29 de agosto de 2017

Papas Biológicas | Haverá Mesmo Necessidade?

Que comece a discórdia!

Não, o meu objectivo com este post não é gerar polémica nem desentendimento entre vocês, nem comigo.

Simplesmente, venho dar a conhecer a minha opinião sobre um assunto.



Papas biológicas: já ouviram falar?

Basicamente, estas definem-se como as papas com ingredientes o mais natural possível, de qualidade superior e aprimorados, de forma a que os bebés cresçam de forma mais saudável.

Vamos por partes.

Até aqui, tudo muito bem. Vemos, cada vez mais, uma maior oferta de produtos biológicos, com menos ingredientes processados, de forma a potenciar e melhorar o nosso estado de saúde.


A questão que coloco aqui é: há mesmo necessidade de papas biológicas para bebés? Existir a um preço astronómico (face às "normais"), sendo outra razão o facto de terem apenas 4 gramas de açúcar, face aos 7 gramas que as outras têm?

Sou o primeiro a dizer que o açúcar refinado é mau e não traz qualquer benefício para o nosso organismo mas...

Será que o bebé não vai "queimar" essa diferença de açúcar ao longo do seu desenvolvimento?

Não me digam que pensam que o bebé vai ficar diabético porque, em um ou dois momentos do seu dia, durante um período de tempo, estamos a dar uma papa "normal" e não uma biológica?

"C'orrore!"

Mais surpreendente (ou não) é existir pediatras a aconselharem este tipo de papas (e desaconselharem vivamente as "normais"), pois "o bebé, assim, cresce e desenvolve-se melhor".

A sério?


Eu aqui podia ser mauzinho e insinuar que estes pediatras têm interesses (económicos, vá) em aconselharem este tipo de produtos, mas nem vou por aí...

O que é feito da papa Cerelac que era o que havia na minha altura?

Não me digam que não tive um bom desenvolvimento porque não comi papas biológicas?

Não havendo qualquer patologia diagnosticada, há mesmo necessidade desta preocupação desmesurada?

Desde quando é que começou a haver esta dita preocupação exagerada com os rótulos e quantidades de açúcar nos produtos para bebé?

Em 100, 150 gramas de papa, o bebé vai ter uma overdose de açúcar?

Tudo bem que não estou a dizer para darem 5 kg de açúcar ao vosso filho, mas há que ser equilibrados e não ir "nem tanto ao mar nem tanto à terra", certo?

Ok, eu não sou pai, e posso estar a passar a ideia de "falar de cor" mas questiono-me o seguinte:

Haverá mesmo necessidade de pagar a diferença, só porque as papas são biológicas? Haverá assim uma benefício tão grande que justifique?

Os bebés não vão ser saudáveis por ingerirem outro tipo de papas que não as biológicas?

Até lá, bons post's ;)

13 comentários:

  1. Eu acho que se os pais puderem gastar um bocadinho mais e dar aos miúdos papas biológicas, porque não? São mais naturais, tem mais nutrientes e por isso mais saudáveis. E eu acho que o açúcar em excesso faz muito mal e está a tornar as crianças obesas. Não digo que seja duas ou três gramas de açúcar que faça mal. O problema são os pais que estão sempre e constantemente a dar iogurtes cheios de açúcar, bolachas e outras coisas do género.. lembro me quando o meu irmão era pequeno, tinha um colega do infantário ( tipo com 3anos) que a avó ao lanche lhe dava 4 danoninhos. 4!! O puto era uma bolinha, claro. Acho que tudo pode ser comido com moderação!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que. como em tudo na vida, há que haver moderação. E sim, quem tiver dinheiro, e "não se importar", ok. A questão é que não traz assim tantos benefícios extra quanto se possa pensar. Se o único argumento é a quantidade de açúcar, então que durante o seu desenvolvimento "controlem" ou moderem a ingestão de açúcar, a ingestão de doces e afins. 4 Danoninhos é o exagero. Porquê 4? Não chegava 1? Aí não há moderação mas será que se o bebé ingerisse as papas biológicas, não iria comer na mesma os 4 Danoninhos? ;)

      Eliminar
    2. A questão é se ele comer 4 daninhos vs a mesma quantidade de papas biologias não estaria talvez mais bem almirantado? Eu não faço ideia quais são os valores nutricionais de nenhumas papas. A única coisa que tenho a apontar é que talvez possam também ter menos químicos, serem menos processadas.. para um bebe em crescimento acho que estar exposto a coisas mais naturais seja talvez mais benéfico...

      Eliminar
    3. Se colocarmos as questões nessa forma, sim. Antes as biológicas que os danoninhos. Mas também podemos falar antes uma papa normal que 4 danoninhos. A questão aqui é que muitos produtos biológicos apresentam processos de produção algo duvidosos mas como são biológicos e orgânicos, o pessoal nem tenta pesquisar um bocadinho pela marca nem se vale realmente a pena ou não optar logo por opções mais caras e, supostamente, mais saudáveis. Mas será mesmo que uma quantidade acima de açúcar a única culpada da obesidade infantil? É que os pediatras e os consumidores defendem papas biológicas única e somente com este argumento. No entanto, se for preciso, dão de comer outras coisas mais processadas e com uma maior quantidade de químicos e de alergenos...

      Eliminar
  2. Eu não tenho muita confiança nos produtos biológicos, não quer dizer que os não procure e consuma, mas sou muito selectivo. Conheci alguns produtores e os métodos que usam e isso bastou. Agora, raramente levo a sério a palavra Biológico escrita numa embalagem. Fica um segredo... ainda como Cerelac.

    Acho que os maiores problemas são os alimentos processados e não haver moderação no que se come.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só consumo biológicos quando sei de fonte segura como os mesmo são produzidos. Mas concordo contigo numa coisa: é mais grave a comida processada do que propriamente a quantidade de açúcar numa papa que depois durante o desenvolvimento a criança perde esse mesmo açúcar! E sim, deveria haver uma maior moderação no que se come e não exageros deste género...

      Eliminar
  3. Se queres que te diga nem uma papa nem outra. É tão fácil fazer em casa e acredita que demora o mesmo tempo das normais.
    E a diferença das papas de antigamente e de agora é que cada vez mais são processadas, mas sabes outra diferença? Antes as nossas mães tinham a preocupação de fazer as coisas em casa e de forma saudável, hoje em dia a comida que dão às crianças é tudo processado :l

    Beijinhos,
    www.bydezassete.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos aqui a comparar os dois tipos de papas e não comparar com as "caseiras". Claro que feitas em casa é outra coisa. Sabemos, à partida, o que estamos a colocar lá, como são feitas, etc. A minha questão prende-se no mesmo: haverá necessidade destes "exageros" e preocupação desmesurada com rótulos? Não defendo o consumo de açúcar processado mas são bebés e, havendo moderação, não é isso que contribui para a obesidade infantil...

      Eliminar
  4. Bom, não sou mãe ainda nem sei para o que me vai dar naquela altura mas tenho uma sobrinha e ela comia papas normais. Como referes o Cerelac também. E fruta. e salada e muita sopa com ingredientes ditos biológicos porque saiam diretamente da horta dos meus pais. Comia de TUDO! Tal como eu, tal como as minhas irmãs. Hoje em dia nem se pode ver as crianças a mexer na terra que é logo o fim do mundo e agora essas papas... Enfim, equilíbrio. O truque julgo que será mesmo o equilíbrio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim, eu brincava na terra e chegávamos a casa todos sujos e levávamos uma reprimenda das nossas mães por termos sujado a roupa toda :) Isso hoje é impensável!

      Quanto às papas biológicas, não vejo razão para haver esta atenção desmesurada. É um exagero e se as pessoas conhecessem muitos dos processos ditos "biológicos" mudavam logo de postura.

      Eliminar
  5. A questão não é só o açúcar... é olhar bem para os restantes ingredientes de 1 papa não biológica e biologica...aí o açúcar é o menos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais importante ainda é saber os processos de fabrico dos produtos ditos biológicos ;)

      Eliminar
  6. Eu acho os produtos biológicos maravilhosos, essa papa é novidade para mim, se eu fosse mãe, estudaria bem sobre ela e entenderia os ingredientes, as vantagens e desvantagens... tudo sobre o produto e por fim faria um balanço para ver se vale mesmo a pena.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderEliminar