14 de fevereiro de 2018

Namorados | Terão Que Celebrar Apenas Um Dia?

Namorados

Hoje é o Dia dos Namorados. Aquele dia que muita gente espera ansiosamente que chegue.

Qual a razão? Gostaria de perceber.


Não que não saiba o que é gostar de alguém ou ter uma relação, que sei. Não que isto seja um texto rancoroso por não namorar de momento, que não é.

Apenas tenho uma opinião "bem marcada" sobre este dia - não passa de uma "hipocrisia" e de uma boa altura para o comércio facturar uns quantos milhares de euros.

Duvidam? Então pensem comigo.


Quem não vê as lojas apinhadas de brindes, brindezinhos e brindezões do Dia dos Namorados? Quem não vê anúncios publicitários na televisão, revistas, rádio e afins nesta altura?

Quem não vê as lojas cheias de decoração alusiva a este dia, com campanhas promocionais associadas, como se de um convite para gastar dinheiro se tratasse?

Quem não vê os restaurantes LOTADOS nessa noite, pois todos os pares de namorados decidiram ir jantar porque "é suposto"? Para "não ficar mal na fotografia"? Porque no Dia dos Namorados eles têm que ir jantar fora, porque é assim que as mentes são formatadas com toda a publicidade massiva e influência comercial existente.

Mas, agora, perguntam-me, porque é que dizes que é hipócrita? Qual é o mal?


Simples. Ninguém está a dizer que não se deve ir jantar, dar um passeio, dar uma volta, whatever com a sua cara-metade. Nada disso.

A razão do meu texto prende-se com o facto de os pares de namorados (quase todos!) "só se lembrarem" que têm de fazer algum programa com a sua cara-metade neste dia. Porque é "tradição". Porque "tem de ser". Porque se não fizerem, "pode dar má imagem". As pessoas podem falar.

Então, vemos homens e mulheres numa corrida desenfreada pelas lojas à procura "do presente ideal". Vemos homens e mulheres a ligarem desenfreadamente para restaurantes a marcarem uma mesa, nem que seja num canto qualquer com uma vista maravilhosa para "coisa nenhuma", mas ao menos foram jantar a um restaurante nessa noite.

Promessas e juras de amor eterno são feitas nesse dia, "porque tem de ser". Mãos dadas e beijos são dados "porque parece mal não fazer isso". Assumir uma postura de "não me incomodem" é assumida, porque "é suposto".

E nos outros dias? Volta tudo à normalidade, porque o Dia dos Namorados já passou e podemos então despir esta nossa faceta de "pessoa extremamente apaixonada" que só vê a sua cara-metade à frente.

Podemos novamente discutir como qualquer casal "normal" faz. Podemos continuar a implicar com determinado hábito (pet peeve) que mais nos incomoda na nossa cara-metade, porque já não há aquela pressão do Dia dos Namorados. Podemos esquecer momentaneamente todas as promessas e juras de amor eterno que fizemos, porque o dia já passou e podemos voltar às nossas rotinas.

E aí? Quem partilha da mesa opinião que eu sobre o Dia dos Namorados?

10 comentários:

  1. Eu aceito a tua opinião mas eu, pessoalmente, não me enquadro nela. Eu celebro o Dia dos Namorados mas não vejo a obrigatoriedade de ir jantar fora ou de dar um mega presente; gosto de estar com o meu namorado hoje, como gostei de ter estado com ele ontem, como vou querer estar com ele amanhã. Mas hoje, por exemplo, eu dormi sozinha, e ele hoje janta sozinho e eu também e já estamos mais que habituados, devido aos nossos trabalhos. E ainda assim nada impede que não celebremos com um beijo e um abraço este dia.

    Mas numa coisa concordo contigo... ainda há muita gente que faz as coisas "só para inglês ver". Só porque é bonito, só porque a outra pessoa vai gostar e já não vai poder reclamar nos próximos milénios, etc, etc. Acho isso realmente hipócrito. Não vale a pena. Não percam o vosso tempo e dinheiro em algo obrigatório. Bom post, já agora!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não estou a dizer que todos os casais são assim, mas existem alguns que sim. Para além disso, é tudo uma boa oportunidade para inflacionar os preços e o pessoal pagar mais por causa do dia em questão. E depois é muita confusão e o serviço dos restaurantes (por exemplo) acaba por ficar a desejar... Obrigado pelo teu comentário e pelas tuas palavras! :)

      Eliminar
  2. Partilho da tua opinião, como podes constatar no meu espaço em http://insensato.pt/arte-dia-dos-namorados-ou-69189
    Hoje é um dia da Amizade, de amigos... Um dia que deve-se comemorar todos os dias.
    Abraço meu,
    PP (aguardo a tua visita)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Irei visitar o teu blogue assim que possível. Sinceramente, começa a tornar-se um dia comercial...

      Eliminar
  3. Pessoalmente, acho que todas as desculpas são ótimas para se celebrar o amor e que estas datas só se tornam mais comerciais se assim o permitirmos. Naturalmente, não deve ser preciso um dia específico para isso, mas se for festejado pelos motivos certos e repetido o longo do ano faz todo o sentido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo. Este dia só se torna comercial e "fantochada" se o permitirmos. Amor deve ser celebrado todos os dias, das mais variadas formas. Não é preciso oferecer presentes ou levar alguém a jantar só para mostrar o quanto gostamos dela. Simples gestos do dia a dia traduzem isso mesmo.

      Eliminar
  4. Tens toda a razão! Nunca concordei tanto. Confesso que já gostei mais deste dia, mas ao longo dos anos vejo que é mais um dia para consumirmos demasiado. Fui jantar fora e fui ao cinema (porque é "tradição") mas antes disso, ainda tive uma conversa séria visto que há muito para conversar acerca de relação. Conclusão: foi um dia em que desejei não ter saído de casa. Estou agora sem saber o que fazer daqui em diante. Ótimo post! Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo teu comentário e pelas tuas palavras. Espero que as coisas se resolvam pelo melhor ;)

      Eliminar
  5. R:E daí? Alguém tem de ser o primeiro já começo a ter pena de ti ehehe :P Basta entrares em contacto com a Mel ;) (o blog dela é este:that-g-i-r-l.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Em parte concordo contigo, acho muito mais interessante fazer uma surpresa ao meu namorado ou oferecer-lhe alguma coisa num dia dito 'normal', quando ele não vai estar à espera e será realmente muito mais surpreendente :) há que festejar o amor e dar provas disso todos os dias.

    Beijinho,
    santiago

    ResponderEliminar