5 de fevereiro de 2018

YouTube | Quando É Que Deixamos De Ter Privacidade? Como?

Este post surge depois de ver um vídeo no YouTube de uma conhecida vlogger.

YouTube


Conseguem adivinhar de quem é que eu estou a falar?


Sei que, com este post, vão existir pessoas a trucidar-me, a insultar-me ou a criticar esta minha decisão de publicar este texto, mas acho que devo expor a minha opinião, independentemente se é igual às dos demais ou não.

Tenho noção que poderei perder uns quantos seguidores por não ser fã desta youtuber, por estar a criticar a decisão dela em fazer este vídeo, mas, para quem me segue. sabe que eu dou a minha opinião sincera sobre qualquer assunto que venha aqui falar convosco.


Claro que já descobriram que vou falar da "Maria Vaidosa", certo?


Antes de mais, devo dizer-vos que não sou seguidor da Mafalda. Já tive uma estagiária que era verdadeiramente fã dela, mas os vídeos dela nunca me interessaram, pois não me identifico com os mesmos.

No entanto, em conversa com um amigo meu sobre "exposição nas redes sociais" e até que ponto é que algumas pessoas estão a perder a noção da definição de privacidade, este vídeo "veio à baila". Como fiquei curioso, fui vê-lo e, como tal, senti necessidade (?) de falar um pouco sobre este vídeo.

YouTube

Não é novidade para ninguém que a Mafalda está grávida. Meio mundo sabe e o outro meio sabe pela outra metade, Anunciou isso no seu Instagram, pois viu necessidade de tal. Também não é novidade nenhuma que ela fez este vídeo, onde, por entre tanta coisa que ela diz, mostra o vídeo com a reacção dos pais perante a notícia!

Portanto, aquele momento que é privado, que deve (na minha opinião) ser guardado entre eles e os pais dela, Mafalda decidiu torna-lo público!


- Onde está o bom senso nesta situação?
- Onde está a noção da realidade?
- Já não se filtra o que se publica na internet/YouTube?
- Já não há "dois dedos de testa" para pensar até que ponto é que não se pode "cair no ridículo" de tamanha exposição?
- Já não se pensa no constrangimento que possa existir nos pais dela ao ver essa reacção gravada e tornada pública?

Podem muito bem dizer "ah e tal, oh Ricardo, os fãs dela pediram e ela publicou". Ok, acredito que ela teve imensos fãs a pedirem um video deste género e a quererem saber qual tinha sido a reacção dos pais dela, mas há limites, não?

Vocês agora pedem-me para publicar um nude meu e eu publico, não?


Poderia muito bem ter dito "ah e tal os meus pais ficaram chocados, mas bastante contentes com a notícia" e não publicava a reacção deles, pois, na minha opinião, isso deveria ser algo privado. PRI-VA-DO! E não me venham com moralismos nem fanatismos.

Lembro-me perfeitamente de quando o meu irmão me comunicou e aos meus pais que os meus sobrinhos iam nascer. Foi um momento privado, entre nós, em que partilhámos o nosso contentamento e ficamos bastante felizes.

- Se alguém quis que fosse gravado? Não.
- Se alguém quis que expuséssemos esse momento? Não.
- Se esses momentos irão ficar recordados? Sim! Nas nossas memórias!

E é aqui que estes momentos devem ficar registados. E não na internet, publicamente, onde qualquer um pode ver.


Este tipo de atitude e comportamento perante um acontecimento que deveria ser um dos mais felizes da vida de uma pessoa, só o torna completamente banal.

YouTube

O momento mágico em que se sabe que se vai ser Mãe/Pai deveria ser mantido em privado, deveria ser especial, deveria ser eternizado, é um facto, MAS NÃO na internet.

Chamem-me old fashioned, chamem-me "careta", chamem-me o que quiserem!

- Se vou mudar a minha opinião? Não!
- Se vou continuar a achar este vídeo ridículo? Todos os dias!
- Se me tornei fã da Mafalda por causa deste vídeo? Não preciso de vos responder!

Com este vídeo revelou ser uma pessoa que não tem o mínimo de bom senso, não tem a noção do ridículo e eu poderia ser bem mais forte e dizer que ela está a banalizar um momento que deveria ser só dela e do namorado e das respectivas famílias.

A Mafalda decidiu tornar tudo público. Decidiu partilhar tudo com toda a gente. Só espero que ela tenha verdadeira consciência desta sua decisão e que não sofra com as consequências do mesmo.

As minhas perguntas à autora da "Maria Vaidosa" são as seguintes: Vais gravar o momento do parto? Vais fazer um directo quando estiveres em trabalho de parto e o teu filho estiver a nascer? Vais fazer um vídeo a amamentares o teu filho? Vais ser daquelas pessoas que expõem os filhos "a torto e a direito" nas redes sociais?

Acho que consigo prever a tua resposta...

E vocês? Qual a vossa opinião sobre este vídeo e sobre o limite da exposição da nossa vida privada?

21 comentários:

  1. Pode ser estranho para o comum mortal como eu mas existe um segmento para este tipo de vídeos há imensos youtuber americanos que apenas relatam as ruas vidas em vídeo, casamentos, gravidez, aborto tudo que possas imaginar dá €€€ e a Mafalda neste momento esta nesse nicho ninguem esfrega tanto a barriga e faz pose como ela mas é jeito dela foi assim que chegou ao nível que está!!!
    Facto curioso a Kylie Jenner nasceu e viveu toda sua vida num really show e quando engravidou quis manter isso em privado, o baby acho que nasceu ontem mas ate ontem ninguém tinha realmente a certeza que ela estava grávida 🤣

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá pelos outros fazerem, não quer dizer que vá mudar a minha opinião ;) Aliás, não concordo com tamanha exposição. Cada um sabe de si e sabe o que quer fazer com a sua vida e com a sua imagem. Ok, dá dinheiro, mas não há limites?

      Eliminar
  2. Amazing post!
    I`m following your blog with a great pleasure in GFC
    Follow back? Sunny Eri: beauty experience

    ResponderEliminar
  3. Soube da sua gravidez através de uma publicação no Facebook.
    Não ia ficar surpreendida se publicasse o vídeo doo parto, da amamentação, etc. Já outras o fizeram. Se estou de acordo? Não, nem um pouquinho. Momentos destes devem ficar entre a família. Mas a blogger sabe que este tipo de vídeos trazem imensas visualizações e acabam por criar polémica e chegar a um maior número de pessoas. São escolhas... No entanto, uma vez que está outro ser envolvido deveria ser protegido.
    P.S. Nós que te seguimos, pedimos um vídeo do pinguim sem asas a tomar um banho de espuma. Sem patinhos de borracha envolvidos, ok? Faz lá esse gosto aos teus seguidores... ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que este tipo de coisas possam ser pensadas com base no número de views e interacção que possa gerar, pois, para quem vive disto, quanto mais visualizações e mais interacção, mais dinheiro chove ao final do mês. Mas, mesmo assim, será que não há um excesso de exposição? Há mesmo necessidade de expor desta forma? Fotografias no Instagram, ok, não vejo grande problema, agora vídeos de momentos como este? Hummm

      Eliminar
  4. Olha concordo, bastante contigo, posso dizer que nem todo que fazemos devemos partilha, mas ah momentos que devemos guardar para nós mesmo. gostei bastante da tua partilha e da tua opinião.
    Beijinhos
    Novo post ( Review de batom matte ) // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Sofia. As fotografias no instagram nem considero um grande problema. A questão mesmo ("problema") é filmar tudo e mais alguma coisa e expor!

      Eliminar
  5. Eu concordo com o que dizes em relação à reação dos pais, eu penso que não partilharia, mas só sabemos como nos comportariamos quando estamos dentro da situação. No que toca à partilha que fez no instagram e também em vídeo acerca deste momento acho que foi uma decisão natural e penso que faria o mesmo na situação dela!! Compreendo totalmente a tua opinião mas também consigo perceber o ponto de vista dela...

    Novo post: https://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/02/dream-trip-ultimo-dia-em-roma-ootd-68.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que estamos apenas a "falar de cor", pois não nos encontramos nesta posição. As fotografias no Instagram não vejo "problema", tal como já disse anteriormente. A minha verdadeira questão, e o que me leva a escrever o texto, é mesmo a exposição de tudo, nomeadamente a reacção dos pais. Na minha opinião, mesmo estando a fazer disto vida, havia outras formas de se "contar".

      Eliminar
  6. Cada um é que sabe, mas há certas coisas que deviam ser mantidas em privacidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Divulgar no Instagram com uma foto, é uma coisa, agora publicar tudo, mesmo com os pais a "sentirem-se" bem com isso, acho exagerado. Pelo menos é a minha opinião. Posso não concordar ou compreender com as demais, mas respeito...

      Eliminar
  7. A partir do momento em que algo se torna tão grande como a Mafalda , é quase uma obrigação expor tudo , e quando digo tudo , é tudo mesmo .
    As influencias digitais são construídas com base nisso , na confiança transmitida entre a influencia e o publico , de modo a demonstrar todos os passos importantes do seu dia a dia . Eu concordo contigo discordando também, afinal de contas o trabalho das influencias digitais é mostrarem-se .... Novo post No blog Uma conversa sincera com o "Blogger do ano " Miguel Gouveia https://thechanceller.blogspot.pt/2018/02/the-chanceller-conversa-com-miguel.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João, vais desculpar-me, mas isso de "ter quase obrigação de expor tudo" é ridículo! Nem as figuras públicas (que algumas têm muito, mas mesmo muito mais impacto e importância que a Mafalda) partilham tudo e mais alguma coisa. Simplesmente, acho que há coisas que deviam ser mantidas em privado. O que ela fez, na minha mais modesta opinião, foi banalizar algo tão mágico e especial como contar aos pais que vão ser avós. Simplesmente, as gerações mais novas, que a seguem fervorosamente, vão achar normal este tipo de comportamentos (infelizmente) e só se vão sentir bem um dia ou achar "dever cumprido" quando estiverem grávidas e contarem tudo publicamente. Que mais falta para revelar?

      Eliminar
  8. Concordo contigo à cerca do tema e não concordo totalmente contigo nas criticas que lhe fazes. Todos temos a nossa opinião e apesar de ser da tua opinião de manter certas coisas privadas também compreendo quem não o faz. Acredito que muito da decisão dela se deva ao facto de ir ganhar algum dinheiro com isso, patrocínios, prendas e colaborações sobre este nicho que está a entrar (o que para mim não é motivo suficiente para isto atenção) mas também acredito que ela veja o público que a segue como uma "outra família", existem muitas pessoas que têm muito carinho por ela e que a seguem há anos e ela pode ter sentido que para ela fazia todo o sentido partilhar esta fase da vida dela. A verdade é que só ela sabe a verdadeira razão pelo que o fez mas não acho que seja um motivo tão grande para não se gostar dela. Foi uma escolha dela e pronto. No entanto, acho este assunto muito pertinente porque lá esta, referes-te aos pais dela e eu sendo blogger tento sempre não expor ninguém para além de mim no meu blog e quando o faço, seja por alguém estar envolvido no que estou a escrever ou por estar em fotos, peço sempre a autorização à mesma e caso haja algum problema sou a primeira a tirar do "ar". No que nos toca a nós penso que aí o limite vai de cada um mas quando toca aos outros acho que muita gente não pensa nisso e acho errado.

    Yellow Rain

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo o que dizes dela encarar os seguidores dela como "uma segunda família", mas, mesmo assim, havia formas de contar e expor, sem expor demasiado. Pelo menos eu penso assim. Claro que isto tem todo um conjunto de interesses por detrás: monetários, patrocínios, entre outros. Mas é o que digo no texto e já disse aqui nos comentários: há coisas que deveriam ser divulgadas apenas em privado e ser mantidas assim. Mas quem não concorda comigo, posso não entender a opinião deles, mas respeito.

      Eliminar
  9. Sei quem é a Maria Vaidosa, porém também não acompanho o seu trabalho. Por acaso, vi a fotografia, mas não o vídeo em questão.
    Eu compreendo que a felicidade seja tanta que haja mesmo esta vontade de partilhá-la com o mundo. E nisso não vejo qualquer problema. Aquilo que eu acho é que há coisas que devem ser resguardadas, sobretudo quando envolvem terceiros. Eu posso querer expor-me, mas as pessoas que fazem parte da minha vida não têm que fazer o mesmo. E não têm que ver a sua privacidade invadida só porque me são próximos e eu faço questão de partilhar tudo.
    Tem que haver um certo equilíbrio e bom senso, naturalmente. Caso contrário, vamos acabar por não ter momentos só nossos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está. Há que haver equilíbrio, Há que haver ponderação. Eu antes deste texto não seguia a Mafalda. Não foi por causa deste vídeo que eu a deixei de seguir, porque nunca a segui. Simplesmente, tomei conhecimento deste vídeo em conversa com um amigo meu. Tal como dizes, há coisas que deviam ser resguardadas. Eu só penso no futuro da criança que, quase de certeza, vai ser extremamente exposta (porque a Mafalda vai ter "necessidade" disso) e nas possíveis consequências que daí possam advir.

      Eliminar
  10. Ahahah és como eu, então :P
    Não costumo ser grande fã dos perfumes do Hugo Boss - pelo menos os que experimentei -, mas tenho de ir cheirar o que disseste que usavas :D

    Já fui seguidor ocasional da Maria Vaidosa e achei que, no início, estava com um comportamento muito normal, de youtuber. À medida que foi crescendo, fui percebendo que não era tanto assim, algo que me levou a deixar de a seguir por não me identificar.
    Não vi o vídeo em questão, mas concordo contigo. Tudo bem que tenha feito um vídeo a anunciar que está grávida e essas coisas todas. Acho consensual tendo em conta que o público poderia vir a notar alterações e criticá-la por não ter dito antes... Mas expôr os pais com um vídeo de reação?! Essa não sabia :o Tal como tu, acho que este tipo de informações devem ser mais restritas... mas enfim!

    NEW CITYBREAKS POST | HELLO AZORES, HELLO PONTA DELGADA: TRAVEL TIPS <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que à medida que alguns bloggers e youtubers vão crescendo, a essência é perdida e o espírito comercial vem ao de cima. Se fazem vida disto, é "natural" que assim seja, mas nota-se tão bem a mudança. Eu nunca segui a Mafalda nem vai ser agora que o vou fazer. Divulgar que está grávida é uma coisa. Até aqui sem problema. Expor a reacção dos pais publicamente é simplesmente banalizar esse momento.

      Eliminar
  11. Eu vou dar-te a minha opinião enquanto pessoa que começou um canal de yotube com o namorado. Nós partilhamos muito. Se decidissemos ter uma criança, provavelmente faríamos o mesmo. Não a pensar no dinheiro, mas porque, para nós, não vemos mal em partilhar. Claro que primeiro íamos gravar de surpresa para depois mostrar e perguntar se havia incomodo ou não da outra parte. Nós chegamos inclusivamente a convidar a família a aparecer. A minha mãe é mais restrita, mas a mãe do Pedro não se importa nada e até acha graça. Tudo depende se a família se importa ou não. Essa é pelo menos a minha opinião...
    _Telma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que tendo em conta o momento, nem se deveria pensar sequer na possibilidade de filmar para, possivelmente, ser publicado, com a devida autorização. Se se quer gravar, ok. Mas não com a ideia de publicar posteriormente. Pelo menos, é assim que eu penso. Contar que está grávida, ok, sem problema. Expor um momento destes, devia ser resguardado. Para além disso, ela devia começar a ter cuidado com o excesso de exposição de uma criança.

      Eliminar