19 de setembro de 2017

Book Review #16 | "Escrito Na Água" (Paula Hawkins)

Depois do êxito de "A Rapariga no Comboio", eis que sai o novo book da autora - "Escrito Na Água".

Book
Para os mais desatentos, "A Rapariga no Comboio", da autoria de Paula Hawkins, foi o livro que li num dia de domingo de Inverno. Um dia em que decidi "vegetar" no sofá et voilá, li o livro inteiro.

E adorei!

Depois deste sucesso, decidi investir no segundo livro da autora para ver se tinha o mesmo "efeito" em mim.

Eis a sinopse:
"Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a da melhor amiga da sua filha (Lena). Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas.

Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida?

Que segredos escondem aquelas águas? Para descobrir a verdade, Jules vai ser forçada a enfrentar recordações e medos terríveis, há muito submersos naquela rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície."

Book

Vejamos: tal como no primeiro livro da autora, este segundo encontra-se dividido por narrações pela própria personagem, ou seja, cada capitulo é a versão da história segundo uma personagem.

Gostei: torna a leitura mais fácil, mais rápida e mais prazerosa.

A história está bem construída. Os personagens são ricos, cheios de segredos e com os seus problemas e "esqueletos no armário". Partindo deste pressuposto, o leitor tem de estar obrigatoriamente atento a cada linha que lê.

Não só para perceber a história, como para captar o maior número de "dicas" que a autora vai dando para descobrir a identidade do assassino. Gotta love her!

Não vou estar aqui a descrever cada personagem em pormenor mas podem contar com Jules, uma mulher insegura, com um passado sombrio, e que se vê obrigada a recordar de toda a sua infância.

Lena, filha de Nel, esconde demasiados segredos, nomeadamente sobre a sua própria mãe e também sobre a sua melhor amiga - Katie. Será Lena a responsável por ambos os crimes? Seria ela capaz disso?

Ou será Josh, eterno apaixonado de Lena, que "lhe pode ter feito a vontade" e cometido tais crimes?

Para além destes, temos ainda Mark, professor da escola que Lena e Katie frequentam. Qual a sua relação com os crimes?

Estarão Sean e Erin, detectives encarregues de deslindar este mistérios, à altura de descobrir a verdadeira identidade do assassino?

Book

Meus caros, o livro é excelente e prende o leitor até à última página. Página à qual vocês deverão prestar muita atenção, pois a identidade do assassino não é revelada assim tão facilmente.

Quem aí já leu este livro?


8 comentários:

  1. Ainda não li este mas devorei "a rapariga no comboio" num instante :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como digo aqui no post, esse eu li o em apenas um dia xD prendeu me completamente ehehe

      Eliminar
  2. Tenho imensa curiosidade com ambos os livros! D' A rapariga do comboio apenas vi o filme e adorei o enredo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curiosamente ainda não vi o filme mas estou curioso :)

      Eliminar
  3. r: Muito obrigada pela referência. Ainda que não o faça de forma regular, tenho lido algumas das edições e têm feito um excelente trabalho :)

    Sim, também deve ser mesmo interessante! É uma área que me desperta interesse, mas mais como espectadora, tenho que confessar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras. E para isso que trabalhamos :)

      Eliminar
  4. Curiosamente eu devo ser uma das poucas pessoas que ainda não leu nada desta aclamada escritora, Paula Hawkins. Acabei recentemente um livro e precisava de uma dica para o próximo livro, talvez seja um destes. Boa review e obrigado pela sugestão :)

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderEliminar