Sobre o Autor


Antes de mais, sejam bem-vindos ao meu blogue – O Pinguim Sem Asas.

Agora vem aquela parte em que teoricamente terei de falar um bocadinho sobre mim, certo?

Quem sou eu?

Ora aí está uma pergunta cuja resposta é difícil. Posso começar pelo básico e dizer que sou um jovem (em espírito serei sempre) rapaz nascido em 1987, residente na belíssima cidade do Porto e sou farmacêutico.

O Pinguim Sem Asas surgiu de uma necessidade de criar um projeto pessoal. Não é o meu primeiro blogue. O primeiro foi o Perfect Skin, desenvolvido em parceria com uma amiga minha igualmente farmacêutica, e, vendo o desenrolar deste projeto, decidi investir em algo mais pessoal, onde pudesse dar o meu cunho pessoal, o meu ponto de vista e a minha opinião sobre os mais variados temas.

Pensava eu que ia saber do que iria escrever, mas desenganem-se! Um blogger primeiro que descubra o seu rumo ainda tem um longo caminho a percorrer.


No entanto, aqui n’O Pinguim Sem Asas fala-se um pouco de tudo e mais alguma coisa. Desde livros que leio (já fui mais devorador de livros do que sou atualmente, por força profissional) a séries que acompanho, passando por restaurantes que vou conhecendo e produtos de cosmética que utilizo ou experimento, poderão encontrar um pouco de tudo.

Se falarei de outras áreas? Quem sabe? Nunca se sabe o dia de amanhã.

Sou farmacêutico especializado em cosmética e dermofarmácia. Agora vocês perguntam “Um gajo a perceber de cremes e dessas cenas?”. Sim! Um gajo pode e deve perceber destas cenas. Um gajo pode e deve saber falar sobre esta temática (desde que seja do seu interesse, claro está). Um gajo pode e deve cuidar de si, da sua imagem, da sua pele e do seu cabelo.

Somos menos que as mulheres para não cuidarmos da nossa imagem? Não! Então porque não utilizar um hidratante com fator de proteção solar e um gel para limpar a cara? Custa assim tanto? Não! Apenas na carteira. E mesmo assim, atualmente, já conseguimos encontrar produtos de qualidade com um preço mais convidativo. Por isso, meus caros camaradas, não há desculpas para não se cuidarem. Elas agradecem!


Mas voltemos à pergunta “Quem sou eu?”. Eu, Ricardo, sou um gajo com uma personalidade um tanto ao quanto forte. Sou um gajo que diz o que pensa. Quando gosto, gosto. Quando não gosto, oh meus amigos, as pessoas percebem imediatamente que eu não gosto. E não tenho problema algum em dizer que não gosto. Desde que não falte ao respeito a essa pessoa que, como é óbvio, não sou mal-educado. Recebi uma excelente educação em casa por parte dos meus pais e só me posso orgulhar deles e da educação que me deram.

Ensinaram-me o que é respeito e amor próprio. Ensinaram-me a ser homem e a ser humano. E ainda me continuam a ensinar. Felizmente, tenho-os ao meu lado para me aconselharem e orientarem sempre que lhes peço. Haverá algo melhor do que isto?

Continuando a responder à fatídica questão, eu, Ricardo, sou um gajo que acredita que uma pessoa é muito mais do que uma ideologia política. É muito mais que uma crença religiosa, uma preferência clubística ou até mesmo orientação sexual. Somos todos humanos. Merecemos todos respeito. Chamem-me iludido, mas se toda a gente pensasse desta forma, o Mundo seria um lugar bem melhor. Mas, infelizmente, não é.

Acredito piamente que conseguimos viver todos em sociedade, cordialmente, se existir respeito pelo próximo. Podemos não aceitar as nossas diferenças, mas isso é motivo para guerras e conflitos? É motivo para deixarmos de respeitar alguém? É motivo para deixarmos de considerar alguém humano?


Quê? Vais dizer que tu és perfeito e não tens defeitos? Só por pensares assim, acredita, já tens um enorme defeito. Assim, dos grandes. O que é infeliz da tua parte. Pelo menos é a minha opinião: vale o que vale.

Bem, mas vamos lá colocar um ponto final nesta secção do “Sobre o Autor” porque acho que a esta altura já só me devem estar a ler uma ou duas pessoas (se tanto) e isto não pode ser.

Meus caros amigos e amigas, espero que fiquem aqui no meu blogue durante algum tempo e que gostem do tempo que passarem aqui. Sintam-se livres para deixar um comentário em alguns dos meus posts. Sintam-se livres para me enviarem um email para opinguimsemasas@gmail.com para debater algum tema em particular ou procurar algum conselho dentro da minha área profissional. Estarei aqui para vos conhecer e para falar um pouco convosco. Posso não responder logo, mas acreditem em mim quando vos digo que não ficam sem resposta! ;)


Um bem-haja a todos e sejam felizes!

8 comentários:

  1. Bem! Gostei do blog! Parabéns, continua!!!

    http://vivo-na-hesitacao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Nuno. Espero superar as expectativas :)

      Eliminar
  2. Olá. Descobri o seu blog através da Pipoca e vim cuscar. Gostei e vou seguir. Parabéns! viciada em livros e também tenho um blog. Para além disso trabalho em saúde mental como psicoterapeuta.
    http://www.perolasparaaalma.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Lídia pelas palavras e pela visita! :) Ui, psicoterapeuta é dose! ehehe

      Eliminar
  3. Olá, encontrei o "O Pinguim Sem Asas" e gostei imenso. Muitos parabéns e sucesso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Joaquim :) espero que te divirtas neste meu espaço. Abraço

      Eliminar
  4. Olá, Ricardo!

    Identifico-me imenso com os valores e pontos de vista que partilhaste aqui e em posts que já estive a ler... Tenho a dizer-te que ganhaste uma seguidora :)
    Parabéns pelo blog e que a inspiração ande sempre contigo de mãos dadas!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras Sandra e pela tua visita. Espero que gostes do tempo que passares por aqui! :) beijinho

      Eliminar

O Pinguim Sem Asas. Todos os direitos reservados. Com tecnologia do Blogger.