29 de janeiro de 2018

Compras | Qual O Melhor Comportamento Numa Fila?

Ao fim-de-semana costumo fazer algumas compras de supermercado para a semana que decorre.

Compras

Como tal, é possível observar todo e qualquer comportamento que as pessoas, no geral, têm quando estão no supermercado, nomeadamente, na fila para pagar!

Conseguem imaginar o tema de hoje?


Nos corredores, até uma pessoa consegue andar sossegado à procura dos artigos que procura e de que necessita, à parte algumas crianças que, por vezes, pensam que os corredores do supermercado são locais óptimos para fazer sprints ou pista de obstáculos por entre os cestos e carrinhos dos adultos

Mas adiante.


O pior não é enquanto colocamos as compras no nosso carrinho. O verdadeiro flagelo surge quando estamos na fila para pagar.

Aqui podemos encontrar de tudo. Desde pessoas que pedem para passar à nossa frente porque "é só um artigo e o senhor tem dois" até àquelas que empurram as demais com os carrinhos de forma a conseguirem colocar as compras o mais rapidamente possível no tapete.

As que me "tiram mais do sério" nem são as destes dois tipos, mas sim, aquelas que têm APENAS UM ARTIGO em cima do tapete e encostam todos uns costados e peida no tapete, com braços incluídos, de forma que a pessoa que está atrás, ao ver que tem cinco quilómetros de espaço livre no tapete para colocar, não os consegue colocar.

Ou então atirar gentil e subtilmente os artigos para a beira da pessoa "encostada" para ver "se ela se manca e tem noção da figurinha que está a fazer".

Nunca resulta --'


Isto aconteceu-me este fim de semana. Já me aconteceu mais vezes, mas decidi vir escrever-vos sobre isto agora. No supermercado em questão não existem caixas expresso, caso contrário teria ido logo para lá que conseguimos despachar-nos bem mais rápido.

Chego eu à caixa para pagar e tem um senhor com o seu filho à minha frente que apenas vai pagar um pacote de pastilhas elásticas.

Até aqui tudo bem!


O que não esteve assim "tão bem" foi o facto de o pai estar debruçado sobre o tapete, com barriga, braços e tudo encostados e a bloquear o tapete - que estava mais de meio vazio e eu conseguia colocar os meus 4 ou 5 artigos.

Por mais ginástica que fizesse para ir buscar o "coisinho" (qual o nome daquilo, mesmo?) que separa as compras dos clientes, para ver se ele se apercebia que eu queria colocar as minhas coisas em cima do tapete. Não foi o suficiente.

Restou-me esperar que chegasse a vez do senhor ser atendido, enquanto via as minhas coisas passarem à frente dele e ele, finalmente, se aperceber que tinha estado a bloquear o tapete aos demais clientes.

A minha questão para as pessoas que têm este comportamento nas filas para pagar no supermercado é a seguinte:

PORQUÊÊÊÊÊ?


Porque é que não se lembram que há mais pessoas a fazer compras e que as querem pagar, heinPorquê?

Quem aí já apanhou um personagem destes enquanto fazia compras?

18 comentários:

  1. Por causa disto é que evito ir às compras! Agora mando vir tudo do continente online —não me chateio nadinha e eles deixam as comprar na minha cozinha eheh


    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que volta e meia surge uma urgência em que é preciso ir comprar alguma coisa que falhou e não estávamos a contar e foi o que aconteceu nesta situação. Mas ter que "levar" com personagens destes...

      Eliminar
  2. Felizmente, acho que nunca apanhei uma personagem dessas. Mas, realmente, há pessoas com muita falta de noção :o

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo. Muita falta de noção. Parece que encaram os tapetes como balcões de "alapo" à barriga!

      Eliminar
  3. Vejo isso constantemente, infelizmente as pessoas só pensam em si e no seu umbigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste caso, literalmente ele só pensou em colocar o umbigo em cima do tapete.

      Eliminar
  4. Opa, até me passo. E aqueles velhos que andam mais rápido que eu mesmo com uma bengala e se metem à frente das pessoas só porque têm prioridade e nem agradecem nem nada? Até me passo. Muitos estão de perfeita saúde e têm mais tempo que o resto das pessoas para estar à espera e acham se donos daquilo tudo só por terem prioridade -.-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesses casos é preciso ter um pouco de bom senso. Tudo bem que têm prioridade, mas temos que ver isso com atenção porque, caso contrário, os prioritários passam todos à frente e os demais que têm afazeres nunca mais de lá saem...

      Eliminar
  5. Já vi muita coisa nas filas, mas nunca apanhei dessas, que acham que os tapetes são para se encostar. Realmente, deve ser irritante!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acaba por ser porque uma pessoa quer colocar as suas compras e não consegue. E depois há um espaço de 200km entre as compras do vizinho da frente e as nossas. Porquê? Porque esse espaço esteve ocupado com a barriga de alguém...

      Eliminar
  6. r: Sépia também não desgosto :) sim, é isso mesmo!

    ResponderEliminar
  7. É exatamente isso, Ricardo! Aliás, sou fã de desorganização organizada ahah

    Neste género tenho muito pouca paciência. Já cedi lugar quando não devia, por exemplo, só mesmo para não arranjar confusão. E já passei à frente só mesmo numa de "meter nojo" por as pessoas serem desagradáveis. Tenho sempre um enorme cuidado em não escolher as caixas prioritárias precisamente para dar lugar a pessoas mais velhas e afins!
    Mas, ok! Acho que depois de ler o teu depoimento nada mais me vai chocar nas filas. Debruçado sobre o tapete? :o Estava-se a achar código de barras?! Oh senhores do céu --'

    NEW #DRESSTOIMPRESS POST | COLORED LAYERS ARE THE NEW BLACK <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu já me fiz "de burro" e fiz de conta que não via pessoas a tentar passarem à minha frente. Também já cedi o lugar, ou porque era alguém "prioritário" (se bem que podemos estar aqui o dia todo a discutir até que ponto o devemos fazer) ou porque era apenas um artigo e eu tinha vinte, por exemplo. A questão aqui é mesmo pessoas estarem debruçadas sobre o tapete e não deixarem ninguém pousar as coisas até serem atendidas. Haja pachorra!

      Eliminar
  8. Isso é o que mais existe... Infelizmente. Eu resolvo fácil, chego ao pé da pessoa e digo "Pode dar um jeitinho para colocar as minhas compras, por favor? obrigada" e pronto.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste caso, não iria ter muita sorte, porque parecia que o homem era surdo!

      Eliminar
  9. É exatamente isso :) E a melhor maneira de nos sentirmos bem na nossa pele e com aquilo que vestimos, é fazê-lo consoante o nosso mood :D

    NEW REVIEW POST | THIS IS MY SCENT OF THE MOMENT. SO IN LOVE! <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  10. Nunca vi ninguém deitado em cima do tapete. Aliás isso parece- me bem difícil de o fazer. Não estarás tu a exagerar? E olha que eu vou muitas vezes às compras.
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem, primeiro, eu não disse que o senhor em questão estava "deitado em cima do tapete", mas sim debruçado. É diferente. Segundo, eu todos os fins de semana vou às compras e antes de as fazer eu mesmo, acompanhava os meus pais nessa tarefa, por isso "olha que também já fui/vou muitas vezes às compras" ;) O senhor estava debruçado e a bloquear o tapete. Acredita que se procurares bem, vês muitas pessoas assim. A menos que vás para as caixas expresso. Ai, de certeza que é mais difícil ;)

      Eliminar