22 de dezembro de 2017

Natal | Como É O Natal Para Mim?

Natal

Chega a altura mais mágica do ano (pelo menos para mim) - o Natal.

Tudo bem que "O Natal é quando o Homem quiser" e que "O Natal deverá ser todos os dias". É um facto. Concordo inteiramente. Acho que as pessoas deveriam ter estas duas frases nas suas mentes diariamente.

Natal

No entanto, o que se verifica é que as pessoas só se lembram de ajudar alguém nesta época do ano. Só se lembram das pessoas nesta altura do ano, ou porque se vão passar o Natal com elas, ou porque "têm mesmo que as encontrar" nesta altura do Natal.

E fazem cada frete...


Esta ideia está completamente errada. Para quê ser hipócrita nesta altura do ano quando, supostamente, deveria ser uma altura em que devemos ser mais solidários, mais compreensivos e com mais espírito de entre-ajuda?

Para quê "entupirmos" as pessoas com presentes (mesmo aquelas com quem não temos contacto ao longo do ano) para disfarçar o completo desinteresse ou ausência de relação com elas?

Isto é Natal? Não!


Mas, afinal, o que é para mim o Natal?

Ao longo dos anos, aprendi a dar mais valor a momentos e memórias que propriamente a presentes. Não digo que "não sabe bem" ou "não é agradável" receber um presente de Natal.

Acho que toda a gente gosta de receber.


O que quero dizer é que o espírito consumista ou "necessidade de ficar feliz" com a recepção de presentes digamos que desapareceu.

Quando era criança (o Natal é das crianças, certo?), andava o ano todo à espera do Natal para saber o que o Pai Natal/Menino Jesus me iria oferecer. Ficava a imaginar o que iria receber, se iria receber o que tinha pedido, se iria gostar, enfim, coisas normais de crianças.

Natal

Com o tempo, e à medida que fui crescendo (agora pareço um velho de 80 anos...), aprendi a dar mais valor às pessoas, à companhia das pessoas, às conversas, às memórias. Mais do que os presentes trocados em si.

Para mim, Natal é isto. Passar o Natal com parte da minha família. Desde há alguns anos com crianças - os meus adorados sobrinhos G e F - que, parecendo que não, dão uma outra alegria ao Natal, pois rimos, damos gargalhadas, brincamos com eles, divertimo-nos com eles.

Natal

Ano passado foi um ano memorável para mim (e quero acreditar que para os meus sobrinhos também foi) porque me vesti de Pai Natal (com barriga, óculos de sol (Pai Natal cheio de pinta, ok?) e tudo) e desempenhei o papel de fazer os meus sobrinhos ainda mais felizes do que já estavam. A ficarem com um sorriso enorme na cara por verem o Pai Natal com as prendas que tinham pedido.

Vá, o G estava mais entusiasmado. O F estava um pouco assustado, mas depois até achou piada à situação ;)


Este ano, não vou ter os meus sobrinhos comigo na véspera de Natal mas no dia de Natal cá estarei para ser o Tio Ricardo, para me rir com eles, para brincar com eles, e despertar o "espírito de criança" que existe em cada adulto.

E  vocês? Como vai ser o vosso Natal?



10 comentários:

  1. Por aqui vai ser um natal com muito amor e francês à mistura xD
    Também sem sobrinhos, mas acredito que melhores virão :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que haja paz e harmonia, tudo o resto vem por acréscimo, mas Natal com crianças tem um bocado mais de piada ehehe :p

      Eliminar
  2. Gostei do teu post mas acho que o Natal é para todos!
    Vou passar com a minha família
    Beijinhos

    Blog ChocoPink / Instagram / Facebook

    ResponderEliminar
  3. Subscrevo na integra! O Natal não são os presentes, mas sim estarmos presentes. Apreciarmos as conversas longas, o som de uma gargalhada, os momentos e as memórias que crescem ao lado nos nossos.

    Feliz Natal, com muito amor!

    ResponderEliminar
  4. Verdade, também não consigo andar sem relógio :P
    Estive para colocar, mas aí o post ficava ainda mais extenso :P

    Concordo plenamente contigo. Mais do que presentes - que toda a gente gosta, claro -, o Natal tem um gosto diferente precisamente pelas pessoas e pelas memórias que vão sendo criadas. Nada melhor do que cultivarmos isso :)

    NEW OUTFIT POST | THE END OF THE YEAR BRINGS BACK NOSTALGIA.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida Miguel. Devemos nos esforçar para criar bons momentos e nos lembrarmos disso mais para a frente ;)

      Eliminar
  5. Parece que estamos a ficar todos velhos e lamechas...:p
    Que a magia do Natal não se perca ao longo do próximo ano...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha cara, "velhos são os trapos" :p Uma pessoa, com o avançar da idade (ok, agora soei mesmo velho) tem tendência a apreciar algo mais emocional do que material. Pelo menos eu penso assim ;)

      Eliminar